Background Image
Logo do GPOI

Grupo Paulista de Oncologia Integrada: Quimioterapia, Imunoterapia e Terapias Alvo

 

INFORME-SE

UMA VISÃO INTEGRADA DA ONCOLOGIA

O Grupo Paulista de Oncologia Integrada já tem em seu nome a visão de oferecer a seus pacientes todos os tratamentos e procedimentos necessários ao combate do câncer.

Além dos mais modernos e eficazes tratamentos da doença o GPOI oferece também terapias e serviços de apoio, como nutrição e psicologia, buscando além da cura o maior bem estar possível do paciente e seus familiares ao longo do processo.

Vida - objetivo do GPOI
VIDA

Preservar e proteger a a vida. Prolongar a vida com a melhor qualidade possível.

O GPOI entrega carinho aos pacientes
ACOLHIMENTO

Mais que tratamentos e procedimentos, entregar acolhimento e cuidado.

GPOI entrega ciência ao pacientes
CIÊNCIA

Colocar os últimos avanços da ciência e da tecnologia a favor da vida e saúde .

image
INFORMAÇÃO

Fornecer a informação necessária e suficiente para as melhores decisões.

INFORME-SE

Dezembro 2018

Venda de Cigarros Para Menores

Menor fumando com sinal de proibido em cima

Estudo constata que a proibição legal da venda de cigarros para menores é violada com frequência e facilidade no Brasil.

O Jornal Brasileiro de Pneumologia publicou, em sua última edição (vol 44 / nº 5), um estudo realizado pelo INCA (Instituto Nacional de Câncer), denominado Descumprimento da lei que proíbe a venda de cigarros para menores de idade no Brasil: uma verdade inconveniente.

O objetivo do estudo foi estabelecer o cenário atual de cumprimento da lei que proíbe, em todo Brasil, a venda de cigarros para menores de 18 anos. Para tanto foram analisados dados da PeNSE (Pesquisa Nacional de Saúde Escolar) realizada pelo IBGE, em todo o país, a cada três anos.

Na última edição dessa pesquisa, além de dados sobre o tabagismo propriamente dito, foram levantados dados específicos sobre a facilidade de acesso dos jovens ao cigarro, com perguntas referentes às variáveis “tentativa de comprar”; “sucesso dessa tentativa”; “compra regular”; e “compra regular em lojas ou botequins”.

Resultados
Aproximadamente 7 entre cada 10 adolescentes fumantes entre 13 e 17 anos tentaram comprar cigarros, nos 30 dias anteriores à pesquisa. Nessa amostra dos que tentaram, 86,1% não foram impedidos. A proporção de êxito na compra foi de 82,3% entre adolescentes de 13 a 15 anos e de 89,9% entre os de 16 e 17 anos.

A diferença foi pequena na quebra dos dados por sexo (86,6% feminino e 85,7% masculino) e um pouco maior na quebra dos dados por regiões do Brasil, com 93,9% dos jovens do Nordeste conseguindo comprar e 82,8% na região Sul. Outro dado preocupante levantado através da pesquisa foi que 81,1% dessas compras foram realizadas em estabelecimentos comerciais e não em camelôs.

Porque se preocupar
O tabagismo é considerado uma doença pediátrica porque 80% dos fumantes começam a fumar antes dos 18 anos de idade e 20% antes do 15 anos. E, infelizmente, uma vez estabelecida a dependência, o tabagismo se torna uma doença crônica, de difícil solução. A maioria dos fumantes precisa de ajuda médico-psicológica para parar de fumar e mesmo para os que conseguem parar, são frequentes as recaídas.

No Brasil a forma predominante de uso do tabaco é o fumado em cigarros. Essa forma de consumo é responsável por até 90% de todos os casos de câncer de pulmão. Além do pulmão o tabagismo aumenta o risco dos seguintes tipos de câncer: leucemia mielóide aguda; câncer de bexiga; câncer de pâncreas; câncer de fígado; câncer do colo do útero; câncer de esôfago; câncer nos rins; câncer de laringe (cordas vocais); câncer na cavidade oral (boca); câncer de faringe (pescoço); câncer de estômago.

Se não bastasse o risco de diferentes formas de câncer o tabagismo também pode provocar doenças cardíacas e vasculares, como infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC / "derrame"). No Brasil estima-se que que o uso do tabaco provoque as seguintes mortes, anualmente: 34.999 mortes por doenças cardíacas; 31.120 mortes por DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica); 23.762 por câncer de pulmão; 26.651 por outros cânceres; 17.972 mortes por tabagismo passivo; 10.900 por pneumonia; 10.812 por AVC (acidente vascular cerebral).

O GPOI comenta
Fica claro nos números do estudo do INCA, publicado no Jornal Brasileiro de Pneumologia, que a proibição da venda de cigarros para menores no Brasil não vem sendo cumprida com o devido rigor e que os jovens que queiram tem fácil acesso ao produto. Dos menores de 18 anos pesquisados, que tentaram comprar cigarros, mais de 8 em cada 10 conseguiram. Seria importante um envolvimento e um esforço maior dos governos e da própria sociedade civil na contenção desse mal.

Fontes: [1] Jornal Brasileiro de Pneumologia - Descumprimento da lei que proíbe a venda de cigarros para menores de idade no Brasil: uma verdade inconveniente [2] INCA – Instituto Nacional de Câncer – Tabagismo [3] INCA – Instituto Nacional de Câncer – Carga de doença atribuível ao uso do tabaco no Brasil e potencial impacto do aumento de preços por meio de impostos.

©2018 GPOI. Proibida a reprodução parcial ou total sem aprovação por escrito.